"Bati-me sempre por coisas que iam além de mim e não olhei a sacrifícios. Fiz o que pude, e quem faz o que pode faz o que deve" - Fernando Valle.
09 de Janeiro de 2004

Não é do desconhecimento público que o ex-presidente da Câmara Municipal de Estarreja, o meu camarada e amigo Vladimiro Silva, gostaria de se recandidatar ao mesmo cargo, após ter estado 2 mandatos à frente dos destinos do município (93-2001), tendo sido derrotado nas últimas autárquicas por uma coligação de direita.



A esse respeito penso tecer os seguintes comentários:

1. Vladimiro Silva foi o melhor Presidente de Câmara desde o 25 de Abril. Em apenas 2 mandatos pôs Estarreja de novo no mapa do país e projectou Estarreja para o séc. XXI e para o progresso. Veja-se o caso do saneamento, da rede pública de águas, dos apoios às colectividades, da acção social, etc. Fez mais em 8 anos, que a Maria de Lurdes Breu desde 1976.

2. Vladimiro Silva é uma pessoa que sabe o que é gerir um município. Ao contrário do seu sucessor (José Eduardo Matos), que não percebe de simples gestão autárquica, quanto mais de política de desenvolvimento sustentado de um município. Como se viu, na discussão das Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2004, na Assembleia Municipal, A propósito no novo imposto autárquico sobre o património. O famoso IMI.

3. Vladimiro Silva é um político inteligente e perspicaz. Infelizmente, em Estarreja são poucos aqueles que têm o seu nível.

4. Penso que se ele entende que tem condições para voltar a ser Presidente de Câmara e se o Patido Socialista, no seu conjunto, também o entender será sem dúvida um bom candidato em 2005.



Agora e apenas do ponto de vista pessoal,não sei até que ponto será prejudicial uma nova candidatura do Dr. Vladimiro Silva. Todos vimos os ataques pessoais de que foi alvo nas últimas autárquicas e tenho, para mim, que as mesmas pessoas irão de novo fazer isso. No entanto e se avançar, cabe-lhe a tarefa de encontrar no PS/Estarreja novo ânimo, novo fôlego e novas ideias para o concelho. Porque viver do passado e para o passado já não dá. Estarreja precisa, não de um Plano Estratégico (que existe) e que não tem nada de inovador nem de sustentável, mas sim de um verdadeiro projecto de futuro e de progresso que potencie o facto de sermos uma localidade periférica e que aposte verdadeiramente na qualidade de vida dos seus habitantes e se torne atractivo aos jovens e aos oriundos de outras localidades.



Este é o desafio que se lhe impõe. Desafio, para o qual, penso que Vladimiro Silva está preparado e à altura, em conjunto, com mais pessoas que o partido Socialista, também conta nas suas fileiras e nos seus apoiantes e simpatizantes. Ousar apostar no futuro e inovar na forma e nas políticas a desenvolver é o que Estarreja precisa agora, mais do que tudo
publicado por Pedro Vaz às 17:35
Janeiro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
25
26
28
29
30
31
Movimento
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Fica aqui o meu contributo: http://minutoacessivel...
Paula Teles foi-me falada pelo Núcleo de Acessibil...
Paula Teles foi-me falada pelo Núcleo de Acessibil...
Gosto disto, vou começar a seguir o vosso blog.......
Sr Pedro Vaz,Como está tã informado pergunto-lhe s...
pena nao haver mesmo uma rampa para o inferno, par...
Olá Pedro Vaz.Cá o Cidadão abt fez questão em link...
Caro Pedro Vaz,Ja verifiquei o link e devo-lhe um ...
Caro Anónimo:http://dre.pt/pdf2sdip/2009/12/251000...
O LICENCIADO COM PRAZER NA POLÍTICA - PEDRO VAZDes...
blogs SAPO